Pular para o conteúdo principal

Dia Mundial da Saúde

Segundo a definição da Organização Mundial de Saúde (OMS), o termo saúde significa “Um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente a ausência de afeções e enfermidades”, portanto, interpretamos a saúde em um sentido amplo que compreende o bem-estar físico e psicológico. No Dia Mundial da Saúde do ano de 2017, lembrado no dia 7 de Abril a OMS deu início a uma campanha sobre depressão, com o lema “Let’s Talk”, uma iniciativa que promove que falemos abertamente sobre o tema e que pessoas do mundo todo que possuem depressão, busquem e obtenham ajuda. Uma estratégia para lidar com a depressão é a incorporação de hortas no cotidiano de tratamento da doença.

Uma meta análise que coletou estudos que compararam a saúde de um grupo controle antes de participar de atividades manuais envolvendo hortas e de grupos em tratamento (após participar destas atividades), mostrou que a incorporação desta prática no cotidiano das pessoas foi capaz de melhorar a saúde física, psicológica e social, o que a longo prazo, pode prevenir diversos problemas de saúde enfrentados pela sociedade atual, bem como a depressão.

Uma ilustração da incorporação de hortas como estratégia benéfica no tratamento da depressão pode ser vista no vídeo intitulado “Saindo da caixinha” (Thinking out of the Box) (https://www.youtube.com/watch?v=brrrX8biFJE) produzido pelo grupo de pesquisa em Promoção da Saúde e Segurança Alimentar e Nutricional da Faculdade de Saúde pública da USP.


Saiba mais:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Horta beneficiando e sendo beneficiada pela comunidade

Estimular o convívio entre as pessoas e com a natureza no ambiente urbano sob uma visão de sustentabilidade e saúde é uma boa forma de definir o objetivo da Horta. E nada mais ilustrativo do que a doação que recebemos e a que fizemos:



Rodas de chá na Horta

A Horta convida a todos para participar desses "cházinhos", em parceria com o Centro de Referência em Alimentação e Nutrição do Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza (CRNutri). Esses encontros propiciarão a degustação de chás aromáticos e terapêuticos, o compartilhamento de informações sobre plantas medicinais e um período de vivência na Horta FSP. Interessados?




Controle Biológico de Pragas: PULGÕES

Em uma horta, manter a harmonia  natural do sistema é a melhor forma de fazer o controle biológico de pragas. Existem espécies de plantas que ajudam a manter esse equilíbrio e controle natural.
Uma das pragas mais comuns nas hortas são os pulgões, pequenos insetos (cerca de 3 mm de comprimento) que se alimentam sugando a seiva das plantas e são capazes de se multiplicar com  rapidez.
Espécies como cravo de defunto, arruda, manjericão, lavanda, hortelã, entre outras com aromas fortes, ajudam a espantar os pulgões, que as detestam. Já a capuchinha atrai os pulgões para si, servindo como uma espécie de armadilha na sua horta. Essas plantas são ótimas companheiras na sua horta, contribuindo na manutenção do equilíbrio e no controle natural de infestações. Outra ótima companheira para sua horta é a joaninha, Ao contrário dos pulgões e outros insetos que se alimentam das plantas e podem ser prejudiciais para sua horta, a joaninha é uma ótima companheira para suas plantinhas. Joaninhas são…