Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

Boas festas!

Encerramento de 2017

Encerramos 2017 com a Horta desta forma →/↑

   Muitas plantas floresceram e amadureceram, outras secaram e deram lugar a novas mudas. A Horta participou de inúmeros eventos (coletas de borra de café, construção de minhocários, rodas de conversa, mutirões) e recebeu atenção de muitos da comunidade.



  A professora Helena (↓) foi uma das últimas a colaborar com a Horta este ano: trouxe uma mudinha de batata doce japonesa.     Desejamos a todos boas festas e um 2018 florido e farto em temperos! (Claro que contamos com a colaboração de quem aparecer 😏).

Poejo

Conhecem o poejo? Por muitos é chamado de “hortelã dos pulmões”, sendo planta comumente indicada para tratar resfriados, gripes e tosses. Distúrbios menstruais, amenorreia, fluxos excessivos e cólicas podem ser reduzidos e aliviados com o consumo regular do poejo. A melhora na incidência de azias, indigestões, crises de úlcera e gastrite também é associada ao poejo.     Com compressas, a planta é eficaz no alívio de dores reumáticas, além de agir como um repelente natural contra insetos como moscas, pernilongos e pulgas.  O poejo é frequentemente usado como planta ornamental para perfumar ambientes.      Para preparar o chá, a proporção de duas colheres de sopa de erva poejo para cada litro de água é indicada. 




Histórias da Horta

A Horta FSP não tem como objetivo central que os alimentos cultivados sejam base para a alimentação das pessoas, mas sim uma estratégia de reflexão sobre o preparo adequado do alimento, sua origem e o modelo de desenvolvimento econômico e agrícola que temos.  Estimular o convívio entre as pessoas e com a natureza no ambiente urbano sob uma visão de sustentabilidade e saúde, por outro lado, é uma melhor forma de definir o objetivo da Horta.  As relações pessoais e sociais que envolvem a produção de alimentos, portanto, têm relevância equiparada ao próprio alimento produzido para a Horta e ditam a parte "comunitária".  As participações de duas funcionárias, descritas a seguir, são sinal de êxito na proposta do projeto.
Apresentamos, abaixo, a Roberta, nutricionista doutoranda em Saúde Pública. Na próxima foto, é o prato de filé mignon com folhas de ora-pro-nóbis (da Horta!) preparado por ela. Tomate 🍅, cebola e páprica deram aquele saborzinho a mais. 

Já esta abaixo é a senhor…

Algumas das plantinhas fartas no momento

Na foto acima: ora-pro-nóbis, manjericão, cebolinha e cebolete, capuchinha, orégano e poejo

Acima: taioba, hortelã, morango, capuchinha, cebolinha, folha de batata doce, salsinha, orégano, manjericão roxo e ora-pro-nóbis

Já podemos colher os morangos

Iniciamos dezembro colhendo morango 🍓🍓
Cultivar morango não é tarefa muito difícil. A dica é manter o solo fofo e com boa drenagem, na adubação e cobertura do solo. 
O morango é rico em antocianinas, pigmentos antioxidantes, que são associados ao combate do envelhecimento precoce e prevenção de doenças. Pode-se comer o🍓 e, também, fazer chá com a fruta ou as folhas. 
Ao chá das folhas de morango talvez esteja relacionado o alívio do estresse estomacal; o combate de dores, cólicas, náuseas, inchaço, diarreia, dentre outros problemas. Geralmente, as folhas são usadas quando secas.